segunda-feira, 15 de abril de 2013

CONCURSO "Imagine a Paz", promovido pelo LIONS CLUB INTERNATIONAL, Distrito 115 Centro Sul.

1º prémio - A Francisca Carvalho conseguiu o 1º lugar neste concurso, representando a nossa escola.

O prémio foi entregue na Festa da Paz, que decorreu em Almada.


A PAZ
A minha paz está guardada no fundo do meu interior.
Por vezes sei que está comigo, foi nela que nasci e ela está guardada dentro de mim.
Ela está tão bem guardada lá no fundo do meu ser que, mesmo dentro de mim, tenho por vezes dificuldade em a encontrar. Porque num mundo que vive acelerado, compressa de aparência, por vezes não sei onde vou parar…
Tenho paz, quando sinto que posso livremente ser eu, sem pressões, nem julgamentos, aquilo que sou e não o que pareço.
Então, eu sinto no meu íntimo o aconchego de uma autêntica Paz.
Acredito que um dia todos nos vamos consciencializar na vocação humana para o cumprimento do bem comum.
Silenciar o barulho da violência, sermos verdadeiramente respeitadores e bons desinteressadamente para com a Terra, os amigos, familiares e demais… Valorizar cada pessoa, tratar-nos com amor, sem ridicularizar, sem humilhar e infligir castigos corporais, mas antes avisos úteis e positivos. Será esse o caminho?
Quem sabe…
Pois amamos as coisas e aproveitamo-nos das pessoas, quando deveríamos amar as pessoas e aproveitarmo-nos das coisas para atingirmos a Paz da pessoa humana como o princípio, o sujeito e o fim de todas as instituições sociais.
Seria essa, penso eu, a melhor ferramenta para a Paz!

Escola Secundária Quinta do Marquês
Biblioteca Escolar/Português
Profª Luzia Carapeto
Aluna nº 12, 10ºF, Francisca Carvalho
2012/2013










Ainda a propósito do Concurso "Imagine a Paz", dinamizado pelo Lions Club International, chegou-nos a notícia de que mais duas alunas da nossa escola foram vencedoras do e do prémios, a nível concelhio.
Divulgamos aqui os textos, que estiveram recentemente expostos no Oeiras Parque.


2º prémio

Escola Secundária Quinta do Marquês / Biblioteca Escolar
Aluno: Inês Lopes da Costa        Ano / Turma: 9ºB     15      Idade: 14
Disciplina: Língua Portuguesa

“Imagine a Paz”

Paz. O que dizer acerca da paz?

Uma utopia! Pode ser a representação quase perfeita da paz. Sim, quase perfeita porque uma utopia é algo irreal, um sonho, uma fantasia…

Agora a Paz, essa é um estado de espírito, algo quase palpável, mas ao mesmo tempo é totalmente abstracto.

Há aquelas pequenas coisas que nos deixam em paz com o Mundo. Um scone quente com compota, um passeio a cavalo, ler um bom livro, ou simplesmente o belo dia que está.

Quando me falam em paz eu imagino uma floresta densa onde o sol penetra lentamente e aquece os seres vivos. Imagino uma clareira cheia de pequenas e coloridas flores. Imagino uma cascata de água pura e cristalina, onde apenas o som da água e dos pequenos animais que passeiam livremente é ouvido… Imagino o lugar onde os corações podem sentir toda a tranquilidade e paz!

A paz de espírito é deveras importante! Ora estarmos bem e sentirmo-nos bem connosco é fundamental para sermos felizes. Todas as críticas, olhares ou intimidações não nos hão-de afectar porque sabemos como somos e aceitamos isso. Infelizmente, há aquelas pessoas que estão em guerra consigo mesmas e com os outros. Há umas que criticam uma pessoa desde as suas atitudes até à ponta dos pés, mas aposto como, depois de terem feito essa pessoa sentir-se miserável, não se vão sentir muito melhor. Pelo menos não a longo tempo… porque as pessoas humilhadas crescem e tornam-se mais fortes e cada vez menos se vão importar com o que os outros pensam, já os bullies, esses vão ficar sempre preocupados com o que os outros pensam. E depois há aqueles que se fecham no seu mundo até que acabarão por explodir!

A Paz é um momento! É o sentimento de um abraço amigo quando precisamos. A felicidade ao recebermos ou conquistarmos o que queremos! É um longo mergulho de cabeça na água fria num dia quente de Verão! É uma manhã ensolarada onde o sol bate na cara, aquecendo-a brevemente, são passeios de bicicleta, onde os carros não fazem barulho, são passeios à beira mar ao pôr do sol; é a companhia dos amigos que amas e conheces melhor do que a ti mesmo!

Talvez quando lerem isto, não voa pareça relacionado com paz, ou talvez pareça. Verdade seja dita, PAZ, uma pequena palavra, não tem descrição possível! Uns sentem-na duma forma e outros doutra. “A paz é o que queremos que seja”, não sei quem disse isto, mas sinto que qualquer um podia relacionar-se com ela.

Poucos são os que têm uma resposta profunda do que a paz significa para eles, mas esta é a minha definição!

A PAZ SÃO MOMENTOS! Então, aproveita-os…



3º prémio
Maria Ana Almeida, 8ºD, 13 anos
Professora Maria Clara Santos
Em colaboração com a Biblioteca da Escola Secundária Quinta do Marquês
Escola Secundária Quinta do Marquês
Concurso Lions Club – Paz
Título: Imagine a paz!

Paz…
Será uma palavra? Um conceito? Uma ideia? Sim, é.
Paz é uma simples palavra com apenas uma sílaba e três letras: uma vogal e duas consoantes. A única diferença entre ela e as outras palavras é que esta carrega consigo um grande significado, um grande sentimento…
Podem procurar o significado de paz no dicionário, mas não será a melhor fonte de consulta, apenas diz:” ausência de conflito”. Será? Será apenas a inexistência de guerra? Não sei, é segredo…a paz é segredo para todos. Pois paz é um sentimento único, é um estado de espírito que pode ser testemunhado por muitas pessoas, mas ninguém sabe o seu significado. Porquê? È muito simples. Paz é sonho, paz é vida, paz é amor, paz é tudo. É tudo o que precisamos para viver… é mais do que respirar, é o nosso coração a bater. Paz é tanto que não há definição para ela. É suposto existir definições para tudo?
Sou criançaé normal não saber tudo. Mas uma coisa eu sei, sei que a paz é tão essencial para mim como para ti.
Quem diria que três letras pusessem tantas questões na minha cabeça!
Paz não tem significado definido. Todas as pessoas são diferentes e todas têm opiniões diferentes.
Paz é diferente para todos, mas ao mesmo tempo é igual. Não é constante…
Estar com a alma completamente em paz é impossível, porque há sempre alguma coisa que atormenta e atrofia a nossa cabeça ou coração.
É uma palavra que pode ser levada pelo vento, que pode ser apagada com uma borracha, que pode ser riscada com uma caneta… mas nunca será esquecida. Essa é uma das suas qualidades. Tem defeitos? Não, simplesmente é o que nos mantém firmes, é o que nos mantém fiéis a nós próprios. É o que nos faz ser livres! É o que nos faz sonhar! É o que nos faz voar!
Paz! É o que mais se reza no mundo. Que todos vivam bem, que sejam felizes, que não haja guerra, que haja amor entre as pessoas! Isso é paz… mas é apenas uma tentativa de a definir, pois a paz está dentro de cada um de nós e pedir a paz para outras pessoas é o que nos faz realizados… é o que nos faz estar em paz!
Imagine a paz!
"Não se tem uma biblioteca para arrumar os livros que se leram, mas para guardar aqueles que será preciso ler."

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Exposição Itinerante Santillana


Na semana de 18 de Fevereiro esteve presente na B.E uma exposição organizada pela Santillana composta por doze painéis, que dão a conhecer doze livros mundialmente reconhecidos.
Aqui ficam algumas opiniões de alunos e um pequeno video da exposição.

Opiniões de alunos

 “Esta apresentação está muito bem estruturada. O meu livro favorito foi O Principezinho. Gostei muito de como Antoine de Saint-Exupèry criou tanta alegria num tempo de tanto sofrimento. (…) a parte do livro sobre o segredo da raposa está muito bem escolhida (…)«Foi o tempo que perdeste com a tua rosa  que a tornou tão importante».”

Francisco Figueira, 7º


" (...) Acho que a ideia da organização por datas resultou bem, para percebermos a evolução da literatura.”

Bernardo T., 7º


"A Teoria da Relatividade foi o livro que mais me chamou a atenção, porque fala de ciências mas, no painel, também fala do fascismo, da 2ª guerra mundial e do desprezo entre as civilizações, não só isso, mas também o facto de eu admirar muito Albert Einstein.

Na minha opinião, também ensina que o caminho duro é o mais difícil, mas também o mais produtivo."

Alexandre Gusmão , 8º


Eu acho que esta exposição é bastante interessante, pois devemos recordar momentos do passado, histórias que marcaram antigamente. Ler é aprender, ler é crescer, ler é saber viver…
Sem dúvida alguma, os leitores são as pessoas mais cultas. Alguns destes livros caracterizam o mundo, a sociedade há milhares de anos, mas outros, como é o exemplo do livro Romeu e Julieta, mostram que por amor se faz tudo. 
Mafalda Chaves, 8º


" (...) O livro que mais me chamou a atenção foi Os Lusíadas, pois é um livro de que toda a gente fala e é nacional, português.”
 Gonçalo Dias, 8º




Novidades na BE - DVD - “ O sonho de Wadjda”, de Haifaa Al-Mansour - “O Ilusionista”, de Neil Burger - “Noé”, de Darren Aronofsky -...